fbpx
22 de junho de 2021

Anime Xis

Notícias de Animes, Eventos, Reviews, Artigos, Podcast e muito mais!

Nomes completos ou simplificados. Como você prefere?

A Arte do Shogi #02: Tabuleiro e Peças

Voltando com a Arte do Shogi, nesta edição Davi apresenta pra vocês as peças e o tabuleiro mostrando que o jogo não é tão complicado!

Voltando com a Arte do Shogi #02, desculpe a demora, o Davi me enviou o artigo e não consegui postar antes e se você não viu, confira clicando aqui os outros artigos de Shogi já postados!

Obrigado por continuarem acompanhando a minha coluna aqui no Site Anime Xis.  Hoje vou apresentar a vocês o tabuleiro e as peças do Shogi.

Vamos começar pelo tabuleiro.

Ele é composto de 81 quadrados distribuídos em 9 linhas e 9 colunas. As casas não são divididas entre pretas e brancas e os pontinhos no tabuleiro servem para indicar o limite de onde ficam as peças dos dois jogadores no início de partida. O formato do tabuleiro como um todo não forma um quadrado de medidas exatas porque as peças de Shogi são mais compridas do que largas, o que faz o tabuleiro ficar levemente retangular e deve ser posto de forma que ele fique comprido para os dois jogadores.

Um simples tabuleiro vazio e sem coordenadas

As casas no Shogi possuem nomes. Em tabuleiros orientais, usam o sistema de números ocidentais misturado com o oriental para se coordenar. Mas para fins de registro, usaremos o que é praxe no ocidente: as colunas são numeradas de 1 à 9 (onde 9 é a coluna da esquerda e 1 é a da direita) e letras de “a” até “i” (“a” é a primeira e “i” é a última).

Tabuleiro com coordenadas.

Tais coordenadas são do ponto de vista do Gotê.

Foi fácil aprender conhecer o tabuleiro?

Então vamos conhecer as peças.

São 40 peças ao todo. Cada jogador começa com 20.

São para cada lado:

  • 1 Rei;
  • 1 Torre;
  • 1 Bispo;
  • 9 Peões;
  • 2 Cavalos;
  • 2 Lanças;
  • 2 Generais de Prata;
  • 2 Generais de Ouro.

Nem todas estas peças possuem esses nomes em suas traduções literais. Se quiser decorar o nome delas em japonês, fique a vontade. Eu, particularmente, prefiro ficar focado em lembrar suas movimentações, funções e possíveis combinações táticas.

Os tabuleiros reais ou em aplicativos podem apresentar os ideogramas em dois modos: com os nomes das peças por completo ou com algum ideograma que já seja a maior parte do nome dela, como se fosse uma abreviatura. Vejam o caso do General de Ouro. Na primeira foto, temos o seu nome completo (Kinshô) e na segunda, apenas a primeira parte (Kin).

Nomes completos ou simplificados. Como você prefere?

Não recomendo que use aplicativos com o nome das peças em português ou inglês mesmo que você seja iniciante. A melhor forma de se acostumar com os kanjisé convivendo com eles.

Nomes das peças que não seja em japonês: evite isso.

A forma da colocação das peças no começo do jogo consiste em:

  • Rei no centro, na última fileira;
  • Generais de Ouro ao lado do Rei;
  • Generais de Prata ao lado dos Generais de Ouro;
  • Cavalos ao lado dos Generais de Prata;
  • Lanças nas laterais;
  • Bispo à frente do Cavalo à esquerda de ambos os jogadores;
  • Torre à frente do Cavalo à direita de ambos os jogadores;
  • Peões lado a lado, ocupando a terceira fileira à frente de todas as peças (para o Gotê, eles ficarão na fileira “g” enquanto os do Sentê vão ocupar a fileira “c”).
Peças em posições iniciais.

Indicando Shogi

No artigo deste mês, vou indicar a vocês um dos meus vídeos preferidos: Begin Japanology–Shogi.

Muito obrigado a todos(as) e até a próxima!

Leia mais aqui!

Davi Paiva nasceu em São Paulo, capital, em 1987. É graduado em Letras pela Universidade Cruzeiro do Sul. Participou de várias antologias de contos por diversas editoras, inclusive nas obras “Poderes”,“Monstros entre Nós”, “Guerreiros” e “Magos” pela Darda Editora, onde foi coautor e organizador, e é autor do livro “Cavaleiro Negro”, que também saiu pela mesma editora.

Publica seus textos no blog detonerds.blogspot.com.br e no site Animexis.com.br

Contato com o autor: [email protected] ou via Facebook: facebook.com/davipaivalivrosetextos/