fbpx
13 de maio de 2021

Anime Xis – Notícias, Eventos, Reviews, Artigos, Podcast e muito mais!

Tokyo Keizai: Especialistas da indústria de animes falam sobre o modelo de investimento da Netflix

Pesado? Membros da indústria fazem comentários como: "Se o anime é um sucesso, é uma vitória para a Netflix. Mas se é um fracasso, é a nossa vitória."

Um artigo divulgado pelo jornal online japonês Tokyo Keizai na última sexta-feira (05/06) apresentou uma pauta sobre o investimento da empresa de streaming Netflix em animes japoneses.

O jornal entrevistou vários especialistas da indústria de anime que trabalharam com a Netflix no marketing ou na criação de programação original de anime para a plataforma. Notavelmente, o artigo destaca algumas das opiniões que os entrevistados têm sobre o trabalho com a Netflix.

Sucesso x Fracasso:

A gerência de uma empresa de produção de anime que fornece anime para a Netflix comentou: “Se o anime é um sucesso, é uma vitória para a Netflix. Mas se é um fracasso, é a nossa vitória (da produtora)”. A razão para isso é porque, nos acordos de licenciamento da Netflix, os direitos de streaming são comprados diretamente, para que a produtora não receba royalties, independentemente de quantas visualizações o anime obtenha.

Outra questão, de acordo com a gerência de uma empresa de publicidade, que deu entrevista a Tokyo Keizai, é que a Netflix não revela os números de visualizações aos seus parceiros. Isso dificulta a negociação de um pagamento mais alto para a próxima oferta de streaming.

Preocupações:

Um líder de uma das empresas que participou de um conhecido programa de anime é citado como tendo dito: “Nesse ritmo, podemos nos tornar uma empresa subcontratada para a Netflix“.

A Netflix também lida principalmente com ofertas de streaming, o que significa que há muitos casos em que a produtora tem dificuldade em vender os direitos de mercadorias, jogos, home-vídeo e outras formas de mídia. Esse é um problema para um setor que depende fortemente de franquias de mídia-mistas como formas suplementares de receita.

A gerência de uma empresa de produção reclamou que “o número de pessoas que vêem o anime através do streaming é limitado, então ele não se tornou um sucesso”.

Um membro de uma empresa diferente observou: “Teria sido difícil para Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba se tornar o grande sucesso que era se fosse distribuído apenas por streaming”.

Imagem: Netflix

Ainda tem lado bom e ruim nisso?

Apesar do que já foi dito acima, especialistas apontaram aspectos positivos do envolvimento da Netflix em anime, como conectar criadores de anime com artistas e talentos globais e as altas taxas envolvidas em acordos de streaming.

De acordo com uma fonte da empresa de propaganda, “um título importante que se sabe que pode pagar de 50 a 70 milhões de ienes por episódio”.

Por outro lado, teme-se que possa ser um erro confiar na plataforma de streaming quando não há garantia de que a empresa de streaming invista em anime para sempre. “A qualidade das produções no exterior, como na China e na Coréia, está aumentando. Se conseguirem a mesma qualidade, também poderão conseguir acordos com a Netflix“, disse uma pessoa familiarizada com a indústria de anime.

Por enquanto, no entanto, parece que o relacionamento anime e Netflix está se fortalecendo. Em Fevereiro, a empresa anunciou que está formando parcerias com o grupo de criadores de mangás CLAMP; criadores de mangás Shin Kibayashi, Yasuo Ohtagaki e Mari Yamazaki; o romancista e diretor de cinema Otsuichi e o romancista Tow Ubukata para desenvolver e produzir projetos originais de anime japonês que serão exibidos em 190 países e territórios em todo o mundo.

Nota do Editor: Particularmente não tenho muito o que reclamar da Netflix, a não ser o caso que dificilmente trabalha com o sistema de simulcast para fora do Japão. Geralmente eles lançam algum anime já com todos os episódios de uma vez ou lança-os em 2 ou 3 partes. Fora isso, o serviço vêm cumprindo o que estava determinado a fazer, oferecer animes em seu catálogo, alguns com dublagens locais e investir na indústria de animação japonesa. Assim como vários outros serviços, não é algo totalmente formidável, mas é um serviço ok. Claro, isso vai de cada pessoa dependendo de qual finalidade ele serve para ela.

Por enquanto isso é tudo e a nossa central de animes continuará atenta para novidades.

Artigo postado pela Tokyo Keizai via ANN

Obs: Obrigado ao Mister Gil pela sugestão de matéria para o site.

– Mais notícias de Animes? Clique neste link!

Não perca nenhuma atualização, siga-nos no Twitter@Anime_Xis InstagramAnime_xis
Conhece nosso Canal no Youtube?
Curtam nossa página no FacebookAnime Xis e entrem no nosso Grupo: Anime Xis!