fbpx

Notícias

Indústria de animes cresceu 15% em 2019 arrecadando ¥ 2,51 trilhões

| por:

Postado em: #Animes #Anúncios #China #Cinema #Japão #Produtos #TV

Números quase duplicaram em uma década. No exterior, os segmentos de commodities sobem; Já no Japão, os segmentos de TV e home-vídeo diminuem.

A Associação de Animações Japonesas (AJA) divulgou seus balanços preliminares da Anime Industry Report 2020 na sexta-feira (20/11) e planeja liberar suas descobertas completas em um relatório em 30 de Novembro. O relatório preliminar descobriu que a indústria de anime cresceu 15,1% para 2,5112 trilhões de ienes (cerca de US$ 24,18 bilhões) em 2019. O mercado estava em 1,2661 trilhão de ienes em 2009, ou seja, os números de 2019 representam quase uma duplicação do setor nesta última década.

Os autores do relatório declararam que temem que a indústria de anime encolha em 2019, devido ao declínio da taxa de natalidade no Japão, ao encolhimento do mercado interno e ao aperto das regulamentações na China desde de Abril de 2019. No entanto, o mercado de filmes de anime aumentou 62,4% em relação ao ano anterior para 69,2 bilhões de ienes (cerca de US$ 666,2 milhões). Além disso, a distribuição de internet cresceu 15,1% para 68,5 bilhões de ienes (cerca de US$ 659,5 milhões) e o entretenimento ao vivo aumentou 9,0% para 84,4 bilhões de ienes (cerca de US$ 812,5 milhões).

animesPor segmento, o mercado externo representou a maior parcela com 1.2009 trilhões de ienes (cerca de US$ 11,56 bilhões), um aumento de 19,0% em relação a 2018 e, um recorde. O mercado de commodities representou a próxima maior participação, com 581,3 bilhões de ienes (cerca de US$ 5,596 bilhões), um aumento de 16,2% em relação a 2018. Os negócios de fliperamas e centros de diversão representaram a terceira maior participação, com 319,9 bilhões de ienes (cerca de US$ 3,08 bilhões), até 12,8% em relação a 2018. Os autores do relatório deram crédito às adaptações de anime para as franquias Rilakkuma e Sumikko Gurashi por parte do impulso no mercado de commodities e deram crédito ao aumento de colaborações entre franquias de anime com pachinkos e caça-níqueis para o crescer no setor de fliperamas e centros de diversões.

Os segmentos de mercado de anime que diminuíram em 2019 incluem TV, home-vídeo e músicas, continuando a tendência dos anos anteriores. O segmento de televisão diminuiu 15,2% e o mercado de home-vídeo diminuiu 4,1%.

animes

ALGUNS TÍTULOS DE ANIMES QUE ESTREARAM EM 2019 NAS TVS JAPONESAS E NOS STREAMINGS MUNDO AFORA (IMAGEM: DIVULGAÇÃO)

Os autores do relatório afirmaram que, devido à nova pandemia em curso da nova doença Coronavírus COVID-19, que provavelmente causou uma grande diminuição nos números do relatório em 2020, levará até que eles possam divulgar os números de 2021 para compreender totalmente o impacto de 2019 números no mercado geral.

A AJA publica relatórios anuais desde 2009, quando a indústria de anime estava em declínio. A AJA também publica os relatórios em inglês alguns meses após o relatório japonês.

– Vale lembrar que anteriormente, já divulgamos aqui no Anime Xis que o crescimento da indústria de animes no Japão foi o menor em 11 anos, segundo Teikoku Databank. Você pode conferir as informações clicando aqui.

Por enquanto isso é tudo e a nossa central de animes continuará atenta para novidades.

Fonte: ANN

– Mais notícias de Animes? Clique neste link!

Não perca nenhuma atualização, siga-nos no Twitter@Anime_Xis InstagramAnime_xis
Conhece nosso Canal no Youtube?
Curtam nossa página no FacebookAnime Xis e entrem no nosso Grupo: Anime Xis!

Sobre o autor

Luiz GP

Luiz é editor dos sites Anime Xis e Revista Mundo OK. Formado em Licenciatura Plena em Geografia pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) e um fã de animes e cultura japonesa. Além de professor escolar, já atuou como locutor de web-rádio, fã de esportes (principalmente NFL, NBA, NHL, MLB e ciclismo), torcedor do São Paulo FC e baixista de banda de rock as vezes. Duvidas? Siga-me que eu respondo -> twitter e Insta: @oluizgp