fbpx
17 de maio de 2021

Anime Xis – Notícias, Eventos, Reviews, Artigos, Podcast e muito mais!

Kadokawa planeja aumentar a produção para 40 animes por ano até 2023

As vendas da editora em 2020 aumentaram 2,6% em relação a 2019. Informações foram reveladas no relatório anual financeiro da Kadokawa.

A Kadokawa divulgou seu relatório financeiro anual para o ano encerrado em 31 de Março de 2021, para seus investidores em 30 de Abril para informá-los que embora as coisas possam parecer ruins em algumas frentes devido à pandemia, as vendas gerais aumentaram em 2020, apesar dos problemas de COVID-19 e que planejam produzir pelo menos 40 títulos em anime por ano daqui para frente.

Para Kadokawa em 2020, as vendas líquidas gerais aumentaram 2,6% em relação a 2019, com aumentos observados em todos os negócios light-novels, vídeo e especialmente videogames, que viram um aumento de lucro operacional de 114,6%. Uma das seções de melhor desempenho do negócio foi a publicação, que lida com light-novels, mangás e muito mais. As vendas líquidas aumentaram 10,5%, enquanto o lucro operacional aumentou 105,5%Isso se deve a um aumento nas vendas durante o período de lockdown, principalmente em e-books, ao invés de compras físicas. Isso reduz o custo de produção e aumenta as vendas, tornando-o um setor muito lucrativo para a empresa. As vendas no exterior por meio do Bookwalker Global aumentaram 22% e, no mercado interno, um dos nichos de maior desempenho foi os isekais para o público feminino.

Talvez por causa disso, a Kadokawa disse no relatório que procurará trabalhar mais de perto com empresas estrangeiras (como o recém-adquirido J-Novel Club) para entregar light-novels ao redor do mundo em um ritmo maior e mais rápido. Eles também estão procurando contratar mais 100 editores para expandir o número de séries pertencentes à Kadokawa de 5.000 para 6.000.

Os sites Kaku-Yomu e Maho-no-il são listados como áreas-alvo para a descoberta de novos talentos, enquanto ComicWalker é listado como um veículo para expandir o “reconhecimento de novos títulos”. A reportagem fez referência a três adaptações de anime para TV de títulos que foram publicados no Kaku-Yomu – HigeHiroSuper Cub e Full Dive. Todos os três estão transmitindo atualmente como parte dos Animes da Temporada de Primavera 2021.

Como parte da medida de prioridade de fortalecimento do negócio de animação, a Kadokawa também está considerando o estabelecimento de um estúdio 3DCG de “classe mundial” que seria composto pelos “melhores” criadores do mundo. Kadokawa fundou anteriormente o Studio ENGI em 2018. Em 2019, adquiriu em conjunto o estúdio de animação 2D Kinema Citrus com Bushiroad.

Na seção de vídeos, que inclui anime e live-action, as vendas líquidas caíram 8,2% no ano, embora o lucro operacional tenha aumentado 7,1%. Isso ocorre porque a seção de filmes diminuiu drasticamente devido à falta de cinemas abertos durante o primeiro Estado de Emergência no Japão, bem como a dificuldade de produzir filmes quando a pandemia começou, com uma diminuição de 8 bilhões de ienes no total em vendas.

Mas, o aumento do lucro operacional se deve a mais negócios no exterior no segmento de vídeo, com títulos como Re: ZERO -Starting Life in Another World- e KONOSUBA, ajudando a impulsionar o lucro no exterior para aumentar 22%. Esses títulos foram promovidos não apenas por meio de anime (embora os royalties por streaming e lançamentos de vídeos domésticos fossem um grande aspecto disso), mas jogos afiliados e outras oportunidades de licenciamento.

Junto com mais light-novels, a Kadokawa quer aumentar o número de animes que ajudam a produzir de 33 títulos em 2020 para mais de 40 títulos por ano até o ano de 2023 (embora o Tadashi Sudo da Animation Business observe que KADOKAWA já alcançou isso em 2020, com 31 séries de TV, 5 filmes teatrais e 4 OVAs / projeções de eventos). A Kadokawa também quer aumentar a receita de licenças, bem como trabalhar em estreita colaboração com empresas como Sony e CyberAgent para ajudar a produzir mais jogos baseados em séries populares. A receita de licenças aumentou 136% em relação a 2020, com licenciamento de jogos e colaborações aumentando 165% ano a ano.

Embora seja bom que empresas como a Kadokawa tenham conseguido resistir à tempestade que tem sido a COVID-19 (como aparentemente a maioria das empresas de entretenimento fez), será interessante ver como elas implementam essas novas estratégias e ideias para impulsioná-las a novos patamares e esperançosamente entregar algum grande anime no caminho!

Por enquanto isso é tudo e a nossa central de animes continuará atenta para novidades.

Fontes: Animation Business , KADOKAWA Relatório de Relações com Investidores para o fim do ano em 31 de março de 2021, Anitrendz, Crunchyroll

– Mais notícias de Animes? Clique neste link!

Não perca nenhuma atualização, siga-nos no Twitter@Anime_Xis InstagramAnime_xis
Conhece nosso Canal no Youtube?
Curtam nossa página no FacebookAnime Xis e entrem no nosso Grupo: Anime Xis!