fbpx

Notícias

A venda? Grupo AT&T (WarnerMedia) oferece Crunchyroll à Sony por US$ 1,5 bilhão

| por:

Postado em: #Animes #Anúncios #Produtos

A Sony, que hoje é dona da Aniplex e da Funimation, pretendia adquirir o site de streaming antes. Venda ajudaria a reduzir dívidas da AT&T.

O site de tecnologia The Information noticiou na quarta-feira (12/08) que a empresa de telecomunicações AT&T ofereceu para venda a plataforma Crunchyroll ao grupo multinacional Sony por US$ 1,5 bilhão. De acordo com o relatório, a Sony pretendia anteriormente adquirir o popular site de streaming de anime, no entanto, a AT&T havia cobrado pela plataforma um preço muito alto e a Sony teve que retirar sua oferta da mesa.

Com esta nova atualização, sabe-se que agora é a WarnerMedia, uma subsidiária da AT&T e que possui dos direitos da Crunchyroll, é que pretende oferecer a plataforma a um preço muito inferior ao valorizado anteriormente, pois necessita de vender ativos para reduzir uma dívida de 151.000 milhões de dólares que a empresa vem acumulando os últimos anos.

O site menciona que, durante o mês de Maio, a WarnerMedia pensava em vender a Crunchyroll, mas após a chegada de um novo CEO Jason Kilar à empresa, essa negociação foi suspensa para estudar melhor as opções de acordo.

A Sony Pictures em aliança com a Aniplex consolidou três empresas de aquisição e distribuição de conteúdo de anime que são:

  • Funimation: Com sede nos Estados Unidos e algumas partes da Europa e, em breve no México e Brasil.
  • Wakanim: Com sede na França.
  • Madman Anime Group: Com sede na Austrália.

A Sony Pictures Television Networks adquiriu uma participação majoritária na Funimation por US$ 143 milhões em 2017. A Funimation encerrou sua parceria de compartilhamento de conteúdo com a Crunchyroll em Novembro de 2018 e assinou um acordo de streaming inicial com a Hulu.

Já a Crunchyroll acaba de ultrapassar a barreira de 3 milhões de assinantes e 70 milhões de usuários registrados em 28 de Julho. Em 2017 a plataforma atingiu o primeiro milhão de assinantes e em 2018 ultrapassou a barreira dos 2 milhões.

A Crunchyroll foi lançada em 2007 como um serviço de streaming que oferece títulos de anime sem autorização, mas em 2008 conseguiu US$ 4,05 milhões em seu financiamento de primeira rodada da Venrock e começou a licenciar títulos para streaming. O Grupo Chernin adquiriu uma participação majoritária na Crunchyroll em Dezembro de 2013. O Grupo Chernin e AT&T formaram a joint venture Otter Media em 2014 e ela investiu outros US$ 22 milhões na empresa-mãe da Crunchyroll, Ellation em novembro de 2015. A AT&T anunciou então em Agosto de 2018 que adquiriu toda a Otter Media e a dobrou em sua empresa WarnerMedia (após a aquisição da Time Warner pela AT&T em 2018).

A Crunchyroll e a Viz Media Europe fecharam o negócio para que a Crunchyroll se tornasse a proprietária majoritária do Viz Media Europe Group em Dezembro 2019. As empresas anunciaram o acordo em Setembro de 2019. A Viz Media Europe SAS (Société par Actions Simplifiées or simplified joint-stock company) anunciou em Abril que mudou seu nome para Crunchyroll SAS.

Por enquanto isso é tudo e a nossa central de animes continuará atenta para novidades.

Fontes: The Information, Kudasai, ANN

– Mais notícias de Animes? Clique neste link!

Não perca nenhuma atualização, siga-nos no Twitter@Anime_Xis Instagram:Anime_xis
Conhece nosso Canal no Youtube?
Curtam nossa página no FacebookAnime Xis e entrem no nosso Grupo: Anime Xis!

Sobre o autor

Luiz GP

Luiz é editor dos sites Anime Xis e Revista Mundo OK. Formado em Licenciatura Plena em Geografia pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) e um fã de animes e cultura japonesa. Além de professor escolar, já atuou como locutor de web-rádio, fã de esportes (principalmente NFL, NBA, NHL, MLB e ciclismo), torcedor do São Paulo FC e baixista de banda de rock as vezes. Duvidas? Siga-me que eu respondo -> twitter e Insta: @oluizgp