fbpx

Notícias

Ishuzoku Reviewers: Tokyo MX e Amazon cancelam a exibição do anime e fãs o colocam no TOP 5 do MyAnimeList

| por:

Postado em: #Animes #Anúncios #Fãs #Japão #Mangás #TV #Vídeos

Com o cancelamento do anime em alguns serviços, fãs revoltados começaram a "bem avaliar" Ishuzoku Reviewers. O BPO do Japão já está de olho nele.

Após uma sucessão de acontecimentos envolvendo a tão polêmica adaptação em anime TV do mangá do escritor Amahara e do ilustrador Masha, Ishuzoku Reviewers (Interspecies Reviewers) , o mais surpreendente deles aconteceu: fãs do mundo todo começaram a avaliarem a série com notas altas e que o fez entrar no TOP 5 de animes de todos os tempos da MyAnimeList… claro, fizeram isso de pirraça.

Antes de vocês comentarem abaixo, vamos antes entender por partes as coisas mais relevantes que vêm acontecendo.

Exibições do anime canceladas:Ishuzoku Reviewers

Nesta sexta-feira (07/02), através do Twitter oficial do anime foi anunciado que a emissora japonesa Tokyo MX cancelou a exibição do anime divuldo a “mudanças nas circunstâncias dentro Tokyo Metropolitan Television.” O anime continuará no ar pelas TVs japonesas via KBS KyotoSun TVBS11 e AT-X.

Na semana passada, divulgamos aqui no Anime Xis que a Funimation removeu nesta sexta-feira (31/01) de seu catálogo de animes. Nesta semana, o Amazon Prime Video também seguiu o mesmo caminho e removeu as versões dubladas em inglês e legendadas em inglês do anime. As listagens para as duas versões do anime ainda estão disponíveis, mas o anime não está disponível para transmissão.

O serviço de streaming AnimeLab anunciou no domingo que continua transmitindo a série na Austrália e na Nova Zelândia. O serviço disse que os próximos episódios serão adiados devido ao “ajuste [do seu] fornecimento de materiais”. Já o serviço Wakanim com sede na França também continua a transmitir o anime. No entanto, sua divisão nórdica parou de transmitir a série com legendas em inglês na região nórdica no sábado.

O BPO de olho no anime:

BPO do Japão (Broadcast Ethics and Program Improvement Organization), começou a ficar de olho nesta série após queixas de expectadores que indicavam a sensualidade do programa enquanto lamentavam a falta de qualquer forma de restrição de idade.

Mensalmente, o BPO sempre vigilante acumula as opiniões de indivíduos anônimos por e-mail, telefone, correio e FAX em relação a programas e segmentos exibidos na TV e a qualquer possível questão “ética” que eles possam possuir. 1.716 opiniões foram coletadas para o mês de Janeiro de 2020 (447 a mais que em Dezembro 2019); 83% foram enviados por e-mail, 15% foram coletados por telefone e 1% foram recebidos por fax e correio.

Uma das queixas foi colocada em uma seção chamada “Opiniões sobre jovens” e o programa não foi mencionado:

No texto acima:

[Uma opinião sobre a vulgaridade e a moralidade]

“Um anime noturno com temas em torno de bordéis com conteúdo sexual está sendo transmitido. As mulheres também são retratadas de maneira discriminatória, como por exemplo, com o assédio sexual causado por uma piada. Sinto ressentimento por a condição atual permitir que anime como esse seja visto por jovens sem restrição de idade”.

Pessoas sensíveis que ficam furiosas com as coisas que testemunham na TV têm enviado reclamações ao BPO há anos – quando se trata de anime, já foram enviadas reclamações para Kuzu no HonkaiInuyashikiMahou Shoujo Site e inúmeros outros enquanto era exibidos. Houve até um momento em que o BPO postou uma reclamação que eles receberam reclamando sobre aqueles que reclamavam de animes noturnos (um plot twist inesperado, não acham?!).

Quando se tratava de Goblin Slayer, o BPO concordou que o conteúdo do programa de estupro era permitido devido ao horário noturno, expressando mais razão e capacidade de discussão do que no Ocidente.

O anime no TOP da MyAnimeList:

Sem os serviços da Funimation e do Amazon Prime, tudo indica que neste momento o anime não está sendo exibido noa Estados Unidos (não consegui informações se há outros serviços que estejam transmitindo o anime por lá). Com isso, vários fãs se revoltaram e começaram a avaliar o anime na MyAnimeList com notas 9 e 10, sendo elas as mais altas e, com tantos votos recebidos que posteriormente também vieram de internautas de várias partes do mundo, o anime entrou no TOP 5 do MAL e, num piscar de olhos, passou títulos bem votados anteriormente como Steins;Gate, Hunter x Hunter (2011) e Kimi no Na Wa.

Até o fechamento desta matéria aqui no Anime Xis, a atual posição de Ishuzoku Reviewers no TOP Animes do MAL já era o 2º lugar, apenas atrás de Fullmetal Alchemist: Brotherhood

Eu mesmo que tirei o print e… supreendentemente o anime já estava em 2º lugar nesta tarde de sexta-feira.

Se você viu a matéria horas após esta publicação e quer conferir a atual posição do anime no TOP do MAL, clique neste link.

Nota do Editor: Será que tudo isso é o poder do Ecchi / Hentai? Será que vale toda esta briga e pirraça por este anime? Que ele seria um ecchi mais pesado, todo mundo que viu as informações antes já sabia, mas o que será que os serviços de streaming e a emissora japonesa pensaram na hora de colocar no ar? Será que não conferiram o material antes? Será que avisos de restrições de idade não resolveria o caso?

Bom, é dificil pensar em tudo, por isso vou deixar essas perguntas acima para vocês comentarem e também aproveitem os comentários para darem suas opiniões.

Sobre Ishuzoku Reviewers:Ishuzoku Reviewers

O anime estreou no AT-X em 11 de Janeiro às 23:00h, antes de ser exibido na Tokyo MXKBS KyotoSun TV e BS11. Também tem transmissão do anime online no Japão nos serviços d’Anime Store e Niconico.

Yuki Ogawa (FLCL Progressive, Miru Tights) está dirigindo o anime no Studio PassioneKazuyuki Fudeyasu (That Time I Got Reincarnated as a Slime, Dropkick on My Devil!, Girls’ Last Tour) é responsável pela composição da série. Makoto Uno (Witchblade, Seikon no Qwaser, High School DxD Hero) está projetando os personagens.

A canção-tema de abertura “Ikōze☆Paradise” será interpretada por Junji Majima, Yūsuke Kobayashi e Miyu Tomita. Os dubladores também estão apresentando a música-tema de encerramento “Hanabira Ondo”.

Yen Press licenciou o mangá e descreve a história:

A beleza está verdadeiramente nos olhos de quem vê! De elfos, a súcubos, a ciclopes e mais, os Revisores de Interespécies classificam as delícias da luz vermelha de todos os tipos de garotas monstruosas… a única coisa é que elas nunca concordam é sobre qual espécie é a mais quente!

O mangá Ishuzoku Reviewers foi publicado como um one-shot especial na revista da Kadokawa, Monthly Dragon Age em Julho de 2016 e Kadokawa lançou o segundo volume compilado do mangá em Dezembro de 2018. O terceiro volume foi lançado em 9 de Julho. O mangá ganhou o Prêmio DLsite na Revista Da Vinci Magazine e o Tsugi ni Kuru Manga Awards de NicoNico.

Ishuzoku Reviewers

Amahara anteriormente ganhou uma versão +18 intitulada Ishufūzoku Cross Review sobre pixiv.

Por enquanto isso é tudo e a nossa central de animes continuará atenta para novidades.

Aproveito e peço para deixar um like no coraçãozinho vermelho ♥ ai no alto da matéria, que essa foi quase 2 horas de edição.

Fontes: Twitter de Ishuzoku Reviewers, Amazon Prime Video – Link 1, Link 2, Site do BPO Japan via ANN – Link 1, Link 2

– Mais notícias de Animes? Clique neste link!

– Leia mais sobre a Temporada de Inverno 2020 aqui no Anime Xis!

Não perca nenhuma atualização, siga-nos no twitter: @Anime_Xis
Conhece nosso Canal no Youtube?

Curtam nossa página no Facebook: Anime Xis e entrem no nosso Grupo: Anime Xis!

Sobre o autor

Luiz GP

Luiz é editor dos sites Anime Xis e Revista Mundo OK. Formado em Licenciatura Plena em Geografia pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) e um fã de animes e cultura japonesa. Além de professor escolar, já atuou como locutor de web-rádio, fã de esportes (principalmente NFL, NBA, NHL, MLB e ciclismo), torcedor do São Paulo FC e baixista de banda de rock as vezes. Duvidas? Siga-me que eu respondo -> twitter e Insta: @oluizgp