fbpx
4 de agosto de 2021

Anime Xis

Notícias de Animes, Eventos, Reviews, Artigos, Podcast e muito mais!

Tribunal de Fukuoka condena administrador do site pirata “Mangamura” a 3 anos de prisão

Romi Hoshino condenado a 3 anos de prisão e multado em 72 milhões de ienes. Mangamura ficou no ar de 2016 até Abril de 2018.

O Tribunal Distrital de Fukuoka deu um veredito de culpado na quarta-feira (02/06) a Romi Hoshino, também conhecido como Zakay Romi, o suposto administrador do site de pirataria de mangá em idioma japonês Mangamura, sob a acusação de violação de direitos autorais e ocultação de procedimentos criminais. Hoshino, de 29 anos, foi condenado a três anos de prisão, uma multa de 10 milhões de ienes (cerca de US$ 91.100,00) e uma multa adicional de 62 milhões de ienes (cerca de US$ 565.000,00). O último é baseado nos 62 milhões de ienes em receita que Hoshino ganhou do site e depositou em uma conta em um banco estrangeiro.

Um representante da Shueisha deu uma entrevista coletiva após o veredito e afirmou que acreditava que a sentença era apropriada e esperava que o veredito servisse como um impedimento. O representante afirmou ainda, “se as obras que quem deu tudo para criar forem doadas de graça, prejudica o alicerce para a realização de obras interessantes”.

O site Mangamura foi lançado em 2016. As autoridades japonesas revelaram em Maio de 2018 que estavam investigando ativamente Mangamura depois que a Kodansha e outros editores entraram com queixas criminais nos departamentos de polícia no verão até o Outono de 2017.

Mangamura

O governo japonês oficialmente pediu provedores de internet no Japão para bloquear o acesso a três sites manga pirateados, incluindo Mangamura em Abril de 2018. O Mangamura em seguida, tornou-se inacessível em 17 de Abril de 2018. No entanto, o jornal Asahi Shimbun informou no mesmo dia que o site não encerrado devido ao bloqueio de sites de provedores de serviços de Internet. Segundo fonte do jornal junto a uma prestadora de serviço, a ação não poderia ter sido realizada por ninguém além dos administradores do site.

RIZE: Quem é mesmo que está ai acessando sites piratas? Estamos de olho (Anime: Gochuumon wa Usagi Desu Ka?)

Hoshino estava residindo nas Filipinas em 2019 e o Escritório de Imigração das Filipinas o prendeu em Julho daquele ano e o extraditou para o Japão em Setembro do mesmo ano. A polícia também prendeu outro indivíduo supostamente parente de Mangamura chamado Wataru Adachi em Agosto de 2019, bem como dois outros indivíduos: um homem de 26 anos chamado Kōta Fujisaki e uma mulher de 24 anos chamada Shiho Itō, ambos supostamente amigos de Hoshino. Fujisaki se declarou culpado, enquanto Itō se declarou inocente em sua acusação em Setembro de 2019.

De acordo com a Content Overseas Distribution Association (CODA) do Japão, entre Setembro de 2017 e Fevereiro de 2018, os usuários acessaram Mangamura cerca de 620 milhões de vezes. A associação estimou que isso causou 319,2 bilhões de ienes (cerca de US $ 2,92 bilhões) em danos aos detentores de direitos autorais no Japão naquela época.

Por enquanto isso é tudo e a nossa central de animes continuará atenta para novidades.

Fonte: NikkeiTV Asahi News via ANN

– Leia mais sobre Mangás aqui no Anime Xis!

– Mais notícias de animes? Clique neste link!

Não perca nenhuma atualização, siga-nos no twitter: @Anime_Xis
Conhece nosso Canal no Youtube?

Curtam nossa página no Facebook: Anime Xis e entrem no nosso Grupo: Anime Xis!