fbpx

Notícias

Não foi a Shueisha? Editora nega envolvimento nas recentes reivindicaçaões de direitos autorais no Twitter

| por:

Postado em: #Animes #Anúncios #Fãs #Japão #Mangás #Revistas

Terceiros fizeram o Twitter bloquear contas e excluir imagens relacionadas às propriedades da Shueisha, o que causou preocupação e revolta entre os fãs.

Conforme nós publicamos aqui no Anime Xis na semana passada, o Twitter bloqueou várias contas e excluiu imagens enviadas em resposta a reivindicações de direitos autorais supostamente sob o nome da editora japonesa de mangá Shueisha. Muitas das imagens excluídas estavam relacionadas às propriedades da Shueisha, em particular aos mangás One Piece e Dragon Ball Super e incluíam fan-arts e fotografias de cosplays e, que gerou revolta em até ilustradores.

Em informações divulgadas pela equipe do site Anime News Network, a Editora Shueisha foi procurada por eles e disse que as remoções de direitos autorais não eram por reivindicações da editora, mas de um terceiro usando o nome da empresa sem permissão. A Shueisha negou qualquer envolvimento nos bloqueios. A editora também divulgou um comunicado em seu site MANGA Plus na quinta-feira (14/01), dizendo que foi “deturpada por um indivíduo” enviando reivindicações de direitos autorais e atualmente está investigando com plataformas de mídia social para decidir sobre um curso de ação.

Na segunda-feira, o usuário do Twitter @newworldartur postou um documento que alegava que a Shueisha não fazia reivindicações de direitos autorais, mas sim um terceiro que supostamente usava o nome da Shueisha para assediar outras pessoas. A postagem de @newworldartur identificou o número de telefone e o número de fax no documento de reclamação como pertencentes a Kadokawa, não a Shueisha conforme listado.

A postagem de @newworldartur afirmava ainda identificar o usuário que enviou as reclamações por meio da correlação do nome usado no documento de reclamação com um YouTuber com um apelido semelhante. O YouTuber supostamente ameaçou outro YouTuber com assédio e reivindicações de direitos autorais para coagi-lo a entrar em um relacionamento.

Fan Art: Love Sick's Rize Tedeza #22432785 | i.ntere.st

Não pense que você escapou não? Estamos de olho em você (ANIME: GOCHUUMON WA USAGI DESU KA?)

Vale lembrar que desde o dia 1º de Janeiro 2021, a nova lei de direitos autorais japonesa entrou em vigor e protege as editoras e licenciadoras, proibindo dos internautas baixarem ou reproduzirem conteúdos de formas ilegais no Japão. O que se dá para perceber com a informação acima partindo direto da Shueisha é que tudo o que aconteceu não passa de uma pessoa que agiu de forma errada usando o nome da empresa e se aproveitando dessa nova lei.

Nota do Editor: Não falei que iria render mais assuntos essa nova lei? E esse é apenas o primeiro caso, com certeza em breve vai surgir mais alguma coisa, mas espero que não seja outro espirito de porco também agindo de má fé. Faças suas apostas porque muita coisa vai acontecer. Se você também recebeu alguma notificação em nome da Shueisha, mesmo agora sabendo que não é culpa da editora, comente abaixo.

Se você não soube dos detalhes do que ocorreu na semana passada, clique neste link e confira.

Obs: Obrigado a Erika (@Pqnapaulino) pelas informações.

Fontes: Manga Plus@newworldartur, ANN

– Mais notícias de Animes? Clique neste link!

– Leia mais sobre Mangás aqui no Anime Xis!

Não perca nenhuma atualização, siga-nos no Twitter@Anime_Xis InstagramAnime_xis
Conhece nosso Canal no Youtube?
Curtam nossa página no FacebookAnime Xis e entrem no nosso Grupo: Anime Xis!

Sobre o autor

Luiz GP

Luiz é editor dos sites Anime Xis e Revista Mundo OK. Formado em Licenciatura Plena em Geografia pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) e um fã de animes e cultura japonesa. Além de professor escolar, já atuou como locutor de web-rádio, fã de esportes (principalmente NFL, NBA, NHL, MLB e ciclismo), torcedor do São Paulo FC e baixista de banda de rock as vezes. Duvidas? Siga-me que eu respondo -> twitter e Insta: @oluizgp