Japão: Polícia prende mulher por ameaça de incêndio criminoso ao Wit Studio

A polícia da Delegacia de Polícia de Musashino, em Tóquio, relatou na sexta-feira (28/05) que prenderam uma mulher de 25 anos da cidade de Ōsaki, na prefeitura de Miyagi, sob a acusação de obstrução forçada de negócios. O suspeito teria enviado um e-mail para o Wit Studio (responsável pelas 3 primeiras temporadas de Attack on Titan, Great Pretender, Vivy -Fluorite Eye’s Song-, entre outros), ameaçando incendiar o estúdio de anime. A polícia prendeu na quarta-feira (26/05) e, de acordo com o relatório policial, a mulher admitiu a acusação.

Segundo a polícia, a mulher enviou o e-mail para o Wit Studio no dia 7 de Maio, escrevendo: “Vou colocar fogo no seu quartel general em uma semana”. O estúdio reforçou sua segurança, o que forçou alguma obstrução aos negócios diários. A polícia está investigando se a suspeita está sofrendo de alguma doença mental e também se ela enviou e-mails e faxes de assédio ao estúdio desde cerca de 2018.

Wit Studio

Já se passaram quase dois anos desde o incêndio da Kyoto Animation, em Julho de 2019, que matou 36 pessoas e feriu 33. Desde então, houve incidentes de ameaças de incêndio criminoso feitas a estúdios de anime e pessoas, algumas referindo-se explicitamente ao incêndio da Kyoto Animation. Em Junho de 2020, a polícia de Kyoto prendeu um suspeito por ameaçar esfaquear e incendiar vários membros da equipe e atrizes de voz do anime Kemono Friends. Em 2019, apenas quatro meses após o incêndio do Kyoto Animation, a polícia de Okayama prendeu um homem por postar ameaças de morte no anime Studio Khara. Em ambos os casos, os suspeitos fizeram referência à animação de Kyoto incêndio. Além disso, em casos semelhantes, um evento da franquia Revue Starlight e os estúdios de games Visual Arts e Square Enix também receberam ameaças de pessoas com intensões de cometerem incêncios criminosos.

Nota do Editor: Agora parece que virou moda quererem tacar fogo em estúdio de animes, mangás e games por causa de alguma coisa, algo que infelizmente obrigam os mesmos a reforcarem a segurança dos locais de trabalhos para evitar que tragédias igual a da KyoAni se repita. E chega a ser inacreditável pensarmos que isso acontece em um dos países mais seguros do mundo. Vamos torcer para que casos assim não se repitam fazendo nos remetermos a lamentável tragédia de dois anos atrás.

Fontes: Yomiuri Shimbun, OtakomuKyodo via ANN

– Mais notícias de Animes? Clique neste link!

Não perca nenhuma atualização, siga-nos no Twitter@Anime_Xis InstagramAnime_xis
Conhece nosso Canal no Youtube?
Curtam nossa página no FacebookAnime Xis e entrem no nosso Grupo: Anime Xis!

Sobre o Autor